Espargos, 08 Set (Inforpress) – O Movimento para Democracia (MpD) venceu as eleições autárquicas no domingo com maioria absoluta, conquistando nove deputados contra oito do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) e um da União Cabo-verdiana, Independente e Democrática (UCID).

Júlio Lopes, o presidente eleito à Câmara Municipal do Sal, e sua equipa, sustentados pelo Movimento para a Democracia, vão conduzir os destinos da ilha com alguma estabilidade, nos próximos quatro anos, já que conseguiu a maioria dos mandatos na Câmara e na Assembleia Municipal, confirmado após o apuramento final das eleições.

O edital do apuramento dos resultados finais destas eleições, fixado à entrada dos Paços do Concelho, mostra que o MpD obteve os sete lugares para a Câmara e nove dos 18 lugares na Assembleia Municipal.

Para a Câmara Municipal, dos 16.744 eleitores inscritos, 9.633 exerceram o seu direito de voto, enquanto um total de 7.111 inscritos não foi às urnas.

Dos votos validamente expressos, o MpD obteve um total de 4.900 votos (50.9%), o PAICV um total de 4.197 votos (43.79%) a UCID conseguiu um total de 272 votos (03%) contra 33 votos do Partido Social Democrata (PSD) equivalente a (0,3%), perante uma taxa de abstenção de 42.6%.

Na Assembleia Municipal, 4.833 votaram MpD, 3.963 no PAICV, 562 na UCID e 37 no PSD.

Durante os próximos quatro anos sob o signo da “felicidade para as pessoas, Júlio Lopes lidera a gestão camarária enquanto o economista Carlos Santos conduzirá os destinos da Assembleia Municipal.

SC/FP

Inforpress/Fim