São Filipe, 18 Mar (Inforpress) – Os sócios das ilhas Canárias do projecto SOSTURMAC, uma iniciativa que potenciará a conservação do património arquitectónico e natural, eficiência energética e turismo sustentável encontra-se na ilha, para contactos no quadro da apresentação do projecto.

Depois desta visita ao Fogo, na próxima semana, será apresentado, na Cidade da Praia, o projecto de cooperação entre Canárias e Cabo Verde, coordenado pelo Instituto Tecnológico e de Energias Renováveis (ITER), seguido da primeira reunião transnacional do projecto com a presença de todos os sócios, devendo o Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA) e a Reitoria da Universidade de Cabo Verde fazer a apresentação pública do projecto.

O projecto SOSTURMAC, “revalorização sustentável do património natural e arquitectónico e desenvolvimento de iniciativas turísticas baixas em carbono em Canárias e Cabo Verde”, é co-financiado pelo Programa INTERREG MAC 2014-2020, e é liderado pelo ITER, instituição dependente do Cabildo de Tenerife, que transfere a sua experiência no desenvolvimento de tecnologias baixas em carbono assim como na gestão turística de um alojamento zero CO2, as Casas Bioclimáticas ITER.

Participam, ainda, no projecto, a Fundação Centro Internacional para a Conservação do Património e a Agência Insular da Energia de Tenerife, da parte das Ilhas Canarias, e a Direcção Nacional de Ambiente, o Instituto Nacional de Investigação e Desenvolvimento Agrário (INIDA), a Universidade de Cabo Verde, a Câmara Municipal de São Filipe e o Parque Natural de Fogo, como sócios cabo-verdianos.

Os responsáveis e técnicos dessas instituições que participam na primeira reunião de coordenação, vão fortalecer o trabalho cooperativo entre os sócios, planificar as primeiras acções a realizar e constituir os órgãos de gestão do projecto.

A deslocação dos sócios canários à ilha do Fogo, tinha por objectivo a realização de visitas e reuniões técnicas, no âmbito do projecto que pretende aportar valor acrescentado a oferta turística de Canárias e de Cabo Verde, para orientar-lhes às novas tendências do mercado turístico, especialmente o turismo científico e de natureza.

Transformar o ecoturismo em uma oportunidade de melhoria socioeconómica e de conservação do meio ambiente no espaço de cooperação, através da promoção das actuações sustentáveis sobre o património natural e arquitectónico, é a intenção do projecto SOSTURMAC vai identificar os elementos patrimoniais naturais e arquitectónicos chave quanto à sua conservação enquanto um atractivo turístico.

Igualmente pretende propor actuações que contribuam para a sua sustentabilidade, e nesta perspectiva, será lançada uma ferramenta telemática “gestor do património” para Canárias e Cabo Verde, acrescentada com informação energética nos elementos arquitectónicos chave.

O projecto vai realizar uma intervenção piloto sustentável para a melhoria do entorno patrimonial da Cidade de São Filipe (Fogo) e desenhará um “alojamento turístico modular Zero CO2”, como novo produto ecoturístico replicável.

Como experiência piloto, irá desenhar e instalar um “ponto de informação turística e de interpretação do património natural Zero CO2” dentro dos limites do Parque Natural do Fogo e acções de divulgação dos valores patrimoniais de ambas regiões e a sua promoção como destino ecoturístico.

JR

Inforpress/Fim

estatuto

Assinaturas Inforpress

paywall4

01Notícias Relevantes Fique sempre informado sobre os principais acontecimentos de Cabo Verde e do Mundo.

02Informação de Qualidade Produzimos informação com independência, rigor e qualidade.

03Diversidade de Cobertura Pomos à disposição do público informação actualizada sobre os mais variados aspectos.