Cidade da Praia, 12 Mar (Inforpress) - O pintor Paulo Jorge de Sousa, conhecido no meio artístico com “Tutu” Sousa”, está a fazer, na Cidade da Praia, um trabalho de embelezamento das fachadas de casas e instituições.

Criador da Rua da Arte em Terra Branca, “Tutu” Sousa assinou, recentemente, uma parceria com uma empresa de tintas para fazer um trabalho social de embelezamento das fachadas de empreendimentos desportivos e sociais dos diferentes bairros da capital.

A pintura de hoje, uma imagem retratando o desporto, aconteceu em Achada Santo António, num local comercial, situado ao lado do Campo de Sucupira.

Segundo o artista, a iniciativa é de carácter social, sem fim lucrativo, uma vez que a ideia é passar a mensagem de que a arte pode ser cativadora nos diferentes âmbitos do desenvolvimento social.

“Eu nasci em Terra Branca, temos uma rua de arte e os artistas têm aderido à essa iniciativa de promoção da arte social. E isto é importante para a capitalização e humano no mundo artístico“, frisou em declarações à Inforpress.

Disse que com a parceria com a empresa de tintas vai fazer trabalho do tipo em diferentes bairros da cidade, por forma a embelezar as faixas caseiras e demonstrar que com a pintura pode-se dar uma outra imagem aos bairros.

A referir que a Rua da Arte, em Terra Branca iniciativa de “Tutu” Sousa, promoveu neste sábado, uma iniciativa com os idosos da Casa de Castelão, para um contacto artístico e de convivência social.

“Foi uma parceria criada de uma forma natural, há já alguns anos, quando doei algumas das minhas obras para o lar de idosos de Castelão, como gesto beneficiário e, hoje, eles estão reunidos nesta iniciativa de convívio benemerente, social e artístico”, esclarecera, na ocasião o artista.

Tutu Sousa tem já um currículo onde constam várias formações em artes gráficas e artes plásticas, exposições conjuntas e individuais e o primeiro lugar em alguns concursos artísticos.

Holanda, Alemanha e os Estados Unidos são alguns países em que já fez exposições.

Além da pintura, o artista, que começou a pintar 1990, aos 16 anos, também explora a escultura em madeira, gesso e pedra e artes manuais, usando materiais como latas e arames.

Ainda usa desde 1995 a técnica de pintura em café que também já o levou a expor no estrangeiro e no arquipélago.

OM/CP

Inforpress/Fim

estatuto

Assinaturas Inforpress

paywall4

01Notícias Relevantes Fique sempre informado sobre os principais acontecimentos de Cabo Verde e do Mundo.

02Informação de Qualidade Produzimos informação com independência, rigor e qualidade.

03Diversidade de Cobertura Pomos à disposição do público informação actualizada sobre os mais variados aspectos.