Cidade da Praia, 28 Fev (Inforpress) - O músico e compositor Zézé di Nha Reinalda, autor da célebre melodia “Djentis D’Aságua”, está a preparar o seu regresso ao estúdio de gravação ainda no decurso deste ano, que antecede os 40 anos da sua carreira artística, com uma nova obra que vai “virar o mundo”.

Em declarações à Inforpress, Zézé di Nha Reinalda, revelou que 11 anos após o lançamento da sua última obra discográfica, "Dukumentu”, continua a trabalhar na calada da noite para apresentar um trabalho ao seu estilo, com forte intervenção na área político/social e cultural.

Segundo disse, nos últimos dez anos tem estado a dedicar muito tempo da sua vida à música, sempre a pensar na unidade dos cabo-verdianos, mas defendendo também sempre a sua ilha de Santiago.

No próximo ano, Zézé di Nha Reinalda completa 40 anos de acarreia musical e, segundo disse, por opção própria, prefere fazer o seu trabalho na clandestinidade do que se expor, para mais cedo ou mais tarde, apresentar uma obra com qualidade e que terá certamente “muito impacto na sociedade”.

Com quatro CD a solo editados no mercado discográfico (“Djentis d’Azágua”, “Onti e Oji”, “Lugar pa Nos Tudu” e “Dokumentu”, gravados em diferentes estúdios, em Cabo Verde, América, França, Holanda e Portugal e mais dois gravados em parceria com o irmão Zeca (N’Ka por Sí e Combersu Tristi), Zezé di Nha Reinalda continua a afirmar-se como compositor e intérprete de melodias de diversos ritmos da música tradicional cabo-verdiana, através das quais e a seu estilo próprio vai incutindo as críticas sociais.

Em todas as conversas, o autor de Djentis D`Água traz sempre à baila o Bairro Craveiro Lopes (localidade onde nasceu e cresceu) e Achada de Santo António (ou reside actualmente) e, a propósito, garante que esta obra está registada na (SPA nº410.278) e que não inibe ninguém de as interpretar ou mesmo gravar, desde que preserva a sua originalidade e autoria.

Na sua carreira musical já passou por vários agrupamentos populares de eleição da música tradicional cabo-verdiana como “Opus 7”, “Bulimundo” e “Finaçon”.

Entretanto, Zezé di Nha Reinalda define-se como autor de temáticas que distinguem uma linhagem da música cabo-verdiana como Xandim (n’Gabadu ta Interadu), Feia Cabelo Bedju, Djentis d’Azágua e Pico di N’Tónia, de entre outros.

SR/FP

Inforpress/Fim

Mindelo, 27 Fev (Inforpress) – O chefe do governo garantiu hoje no Mindelo, que o executivo tem vontade política para “apoiar fortemente” a criatividade do Centro Nacional de Artesanato e Design (CNAD), pelo que artesãos e artistas “podem contar” com tal determinação.

Los Angeles, Estados Unidos, 27 Fev (Inforpress) – O musical “La La Land”, com seis estatuetas, arrecadou o maior número de prémios da 89.ª edição dos Óscares, que decorreu hoje, mas foi derrotado por “Moonlight” na categoria de melhor filme.

Mindelo, 28 Fev (Inforpress) – O grupo carnavalesco do Monte Sossego, alcunhado de Montsu este ano, quer revalidar o título conseguido em 2016 e sagrar-se bi-campeão do Carnaval mindelense, tudo para resgatar o “orgulho” do bairro mais populoso do Mindelo.

Mindelo, 27 Fev (Inforpress) – O ministro da Cultura e das Industrias Criativas, Abraão Vicente, vaticinou, na noite de domingo, no Mindelo, que São Vicente terá este ano um Carnaval com um nível de competição "nunca antes visto".

*** Por Américo Antunes, da agência Inforpress ***

Mindelo, 27 Fev (Inforpress) - A temperatura do Carnaval de São Vicente continua a subir e, mesmo que o fim-de-semana tenha sido alto em brilho, folia e presença humana nas ruas, hoje e terça-feira, 28, tudo será ainda “mais em grande”.

Por Américo Antunes, da Agência Inforpress
Mindelo, 27 Fev (Inforpress) – Promessa feita, promessa cumprida: a direcção da Escola de Samba Tropical prometeu um desfile perfeito, andou lá perto, não fora alguns problemas sonoros no arranque, mas o conjunto deslumbrou, a julgar pela reacção da mole humana que assistiu.

Ribeira Brava, 27 Fev (Inforpress) – Os dois grupos carnavalescos não oficiais da Ribeira Brava, Meté-Meté e Tcha Acontecé, e um do Tarrafal, Amigos da Natureza, entram hoje no Terreiro das duas cidades, prometendo "muita fantasia e melodia".

Ribeira Grande, 26 Fev. (Inforpress) – O grupo “Maravilhas de Ladeira” desfilou hoje, já de noite, na cidade da Ribeira Grande, com o tema o “mundo da fantasia” e recebeu nota positiva do público apesar do atraso de cerca de duas horas.

estatuto

Assinaturas Inforpress

paywall4

01Notícias Relevantes Fique sempre informado sobre os principais acontecimentos de Cabo Verde e do Mundo.

02Informação de Qualidade Produzimos informação com independência, rigor e qualidade.

03Diversidade de Cobertura Pomos à disposição do público informação actualizada sobre os mais variados aspectos.