Cidade da Praia, 15 Mar (Inforpress) – O Ministério Público solicitou ao Banco de Cabo Verde todos os documentos e informações disponíveis sobre a resolução do Novo Banco, para apreciação, garantindo que será determinado a abertura de instrução criminal, se for o caso.

“Logo que os documentos e as informações solicitadas forem recebidos, serão analisados e se deles resultarem factos susceptíveis de indiciarem ilícitos criminais tipificados no ordenamento jurídico cabo-verdiano, será determinado a abertura de instrução criminal que seguirá os termos definidos na legislação aplicável”, assegurou hoje a Procuradoria-Geral da República (PGR), através de um comunicado publicado na sua página oficial na internet.

A instituição explica que os documentos e informações foram solicitados em decorrência da vinculação aos princípios da transparência e da publicidade e visando assegurar a prestação de esclarecimentos públicos e o dever de informação, depois de ter tomado conhecimento da comunicação pública sobre o assunto, do Banco Central, na qualidade de autoridade de supervisão do sistema bancário.

A medida de resolução decretada pelo Banco de Cabo Verde (BCV) ao Novo Banco consiste na alienação parcial das suas actividades e da maior parte dos seus activos e passivos à Caixa Económica de Cabo Verde (CECV).

Em conferência de imprensa, na sexta-feira, 10, o ministro das Finanças, Olavo Correia, garantiu que os culpados pela “deterioração” da situação financeira do Novo Banco, que pode custar ao Estado 1.800.000 contos e mais de 60 postos de trabalho, serão responsabilizados.

Os accionistas do Novo Banco e que têm de suportar essa perda são, o Estado de Cabo Verde que tem uma participação de 42,33%, o Instituto Nacional de Previdência Social (INPS - 28,28%), a CECV (11,76%), os Correios de Cabo Verde (7,35%), a IFH (7,35%) e o Banco Português de Gestão (2,94%).

DR/JMV

Inforpress/Fim

estatuto

Assinaturas Inforpress

paywall4

01Notícias Relevantes Fique sempre informado sobre os principais acontecimentos de Cabo Verde e do Mundo.

02Informação de Qualidade Produzimos informação com independência, rigor e qualidade.

03Diversidade de Cobertura Pomos à disposição do público informação actualizada sobre os mais variados aspectos.