Cidade da Praia, 17 Mar (Inforpress) - O ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Filipe Tavares revelou hoje que o Governo pagou, nos últimos 15 dias, 62 mil contos de dívidas às organizações internacionais e a todo o sistema das Nações Unidas, restituindo assim ao país o seu direito de voto.

Luís Filipe Tavares fez essa revelação à imprensa à saída, esta sexta-feira, do encontro que manteve com o Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, para o informar sobre questões e acções do Governo em matéria de política externa, tais como a parceria especial Cabo Verde União Europeia e a visita do chefe de Estado português ao arquipélago, prevista para 08 de Abril.

O ministro adiantou que esses encontros têm sido regulares, e que o de esta sexta-feira serviu também para abordar e analisar as propostas de nomeações de embaixadores.

“Nos últimos 15 dias já pagamos cerca de 62 mil contos de dívidas às varias organizações internacionais como a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura - (UNESCO) a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) sendo que a todo o sistema das Nações Unidas (ONU) foram pagos cerca de 11 mil dólares”, apontou.

O governante assegurou que o Governo está em negociações com as Nações Unidas e outras instituições internacionais no intuito de concluírem o processo e pagar todas as dívidas herdadas do antigo executivo, sublinhando que durante o processo tem havido muita facilidade e disponibilidade por parte das organizações.

Luís Filipe Tavares sublinhou que ao pagarem as dívidas, Cabo Verde vai retomar não só o direito de voto, mas todo o trabalho feito, frisando que a dívida com a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) terá de ser negociada porque o montante é muito mais substancial sendo que para além das quotas em atraso há também a questão da Tarifa Externa Comum (TEC) que nunca foi reparada pela instituição.

“Cabo Verde já apresentou a sua proposta ao presidente da comissão da CEDEAO, e vamos cumprir com o compromisso em relação a essa matéria, apesar de ser uma dívida herdada do antigo Governo” esclareceu.

Segundo o governante, o encontro de hoje com o Presidente da República serviu também para concertarem e finalizarem os nomes dos embaixadores para Angola, França, Espanha, Senegal, Marrocos, Holanda, Eslovénica, Eslováquia, cônsul geral de Boston, cujos nomes serão revelados proximamente.

A propósito da nomeação do novo embaixador de Cabo Verde no Vaticano, o governante confirmou ter sido abordado também este assunto, e que brevemente será escolhido e anunciado o nome do responsável.

AV/FP

Inforpress/Fim

estatuto

Assinaturas Inforpress

paywall4

01Notícias Relevantes Fique sempre informado sobre os principais acontecimentos de Cabo Verde e do Mundo.

02Informação de Qualidade Produzimos informação com independência, rigor e qualidade.

03Diversidade de Cobertura Pomos à disposição do público informação actualizada sobre os mais variados aspectos.