Mindelo, 17 Mar (Inforpress) – A União Nacional dos Trabalhadores de Cabo Verde – Central Sindical (UNTC-CS) reiterou hoje, no Mindelo, “apoio incondicional” a todos os professores que pretendam e “já manifestaram vontade” em criar um sindicato nacional junto da “família UNTC-CS”.

Em conferência de imprensa, na sequência das declarações de quarta-feira, 15, do presidente do Sindep, Nicolau Furtado, que considerou de ”paternalista e contra a lei” a atitude da UNTC-CS de criar um novo sindicado dos professores, o segundo vice-secretário-geral da UNTCS-CS, Tomás Delgado, indicou que professores têm procurado a central sindical e manifestado vontade de criar um novo sindicato, pelo que não há nem “intromissão”, nem “violação da lei”, neste caso.

Relativamente à acusação de “paternalismo” de que falou na mesma ocasião o presidente do Sindicato Nacional dos Professores de Cabo Verde (Sindep), Tomás Delgado lembrou que o Sindep foi criado a partir dos sindicatos da Administração Pública da família UNTC-CS, onde os professores se encontravam filiados, e que receberam “todo o apoio” político, logístico e financeiro da central sindical.

“Se existe paternalismo no sindicalismo em Cabo Verde, então teve início com a criação do Sindep”, reforçou a mesma fonte.

Tomás Delgado criticou ainda Nicolau Furtado na sequência da afirmação deste em como a “filiação numa central sindical não é importante”, afirmação que classificou de “bradar aos céus” e “reveladora” de um “total desconhecimento” do sindicalismo.

Desta forma, então, questionou, quem representará o Sindep nos órgãos tripartidos  já que é no Conselho de Concertação Social que se discute, se analise e se decide sobre “matérias importantes” como salários, legislação laboral, protecção social, Orçamento Geral do Estado e carreiras profissionais, entre outras.

Igualmente, ajuntou, os sócios do Sindep, nesta condição, deixaram de “ter voz” junto do Conselho Directivo do Instituto Nacional de Previdência Social (INPS), onde a UNTC-CS é membro de pleno direito.

“A UNTC-CS não vislumbra nenhuma motivação de cariz política, ideológica ou filosófica e conclui que a única razão e motivo para a desvinculação do Sindep da UNTC-CS é a luta pelo poder e para o poder”, concluiu o segundo vice-secretário-geral da UNTCS-CS, Tomás Delgado.

AA/CP

Inforpress/Fim

estatuto

Assinaturas Inforpress

paywall4

01Notícias Relevantes Fique sempre informado sobre os principais acontecimentos de Cabo Verde e do Mundo.

02Informação de Qualidade Produzimos informação com independência, rigor e qualidade.

03Diversidade de Cobertura Pomos à disposição do público informação actualizada sobre os mais variados aspectos.