Cidade da Praia, 19 Mar (Inforpress)  - O advogado Clóvis Silva foi esta tarde eleito o novo presidente da Rede de Homens pelo Fim da Violência Baseada no Género - Laço Branco durante a 2ª assembleia-geral realizada na Cidade da Praia, com renovação dos orgãos.

Clóvis Silva avançou a Inforpress tratar-se de um “enorme desafio” para este mandato de dois anos, porquanto a sua equipa tem o papel de “manter a fasquia que está bastante elevada”, já que a rede é vista pelas entidades financiadoras como uma oportunidade de trabalhar a masculinidade em Cabo Verde para prevenir a violência baseada no género (VBG).

Membro fundador do Laço Branco, o novo presidente adiantou que este propósito passa, igualmente, em trabalhar junto dos agressores da VBG de forma a garantir condições para que a sociedade cabo-verdiana mude.

A este propósito, considerou “muito importante” explicar aos membros do Laço Branco que esta rede quer “proteger o homem, defender os direitos do homem, que não precisa usar violência nas suas relações amorosas, que assume as suas responsabilidades parentais e que faz diferença e partilha a responsabilidade com mulher”, visando desenvolver o país.

Criado em 2009, Laço Branco, de acordo com o seu novo líder, está implantada em Cabo Verde e vai apostar na promoção da sua formação e organização interna, alegando que a nível exterior tem estado a trabalhar em parceria com outras organizações como o ICIEG, ONU Mulheres, a Comissão nacional dos Direitos Humanos e que este envolvido em todo o processo de elaboração do ante projecto da lei da VBG.

Promete, igualmente, continuar a trabalhar em parceria, com o argumento que o trabalho em rede que ajuda o laço Branco a cumprir os seus objectivos.

Fundada a 10 de Julho de 2009, a Rede Laço Branco Cabo Verde define-se como a primeira abordagem sistemática, apoiada por parceiros nacionais e internacionais, para envolver homens e rapazes no combate à violência baseada no género em Cabo Verde.

O grupo “caracteriza-se pelo forte engajamento na promoção da igualdade de género, pelo que fomenta alianças com outras instituições/organizações da sociedade civil que se posicionam a favor dos direitos humanos e contra a desigualdade de género em todas suas formas de manifestações, especialmente a Violência Baseada no Género (VBG)”.

A associação tem como principais objectivos a promoção da igualdade e a equidade do género, o apoio às políticas e iniciativas que fomentem a equidade de género na família, na saúde, na justiça, na educação, na política, na economia e na comunicação social.

Trabalha na sensibilização, envolvimento e engajamento dos homens em Cabo Verde e a sociedade civil no geral no combate à violência baseada no género e a todas as formas de desequilíbrio de género, e na desconstrução duma visão distorcida de masculinidade.

Os novos órgãos sociais do Laço Branco sob a presidência de Clóvis Silva, com  Nilton Paiva na presidência da assembleia-geral,  António Silva na presidência do conselho fiscal.

SR

Inforpress/Fim

estatuto

Assinaturas Inforpress

paywall4

01Notícias Relevantes Fique sempre informado sobre os principais acontecimentos de Cabo Verde e do Mundo.

02Informação de Qualidade Produzimos informação com independência, rigor e qualidade.

03Diversidade de Cobertura Pomos à disposição do público informação actualizada sobre os mais variados aspectos.